Menu


Nos 50 anos da TV Cultura, 'Provocações' reestreia com Marcelo Tas

14 MAI 2019
14 de Maio de 2019
Durante 15 anos, o ator e diretorAntônio Abujamrafoi a cara - e a alma - do programaProvocações, naTV Cultura. Concedendo um tom dramático a seu papel de entrevistador, Abu, como era carinhosamente chamado, tirava seus convidados da zona de co...
Leia mais

Segunda temporada de 'O mecanismo' adota mais tons de cinza na trama

14 MAI 2019
14 de Maio de 2019
Rio de Janeiro –“Se gritar pega ladrão/Não fica um meu irmão/Se gritar pega ladrão/Não, não fica um.” Na abertura da segunda temporada de O mecanismo, que será disponibilizada nesta sexta (10) pela Netflix, realmente não fica um. De ...
Leia mais
EVENTOS/ COMUNIDADE HOSANA
DATAS COMEMORATIVAS
FESTA DE INVERNO
DATAS COMEMORATIVAS
CONVENÇÃO
INDEPENDÊNCIA DA BAHIA
EVENTOS
REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA
Verificação
informe os caracteres da imagem

A Sunamita e Seu Filho | O Sonho Não Morreu | Estudo Bíblico

Uma das histórias mais comoventes da bíblia é esta sobre a Sunamita. Uma mulher de nome desconhecido, mas que o seu testemunho de vida atravessou milênios, em um verdadeiro exemplo de fé.

Ela lutou pelo seu sonho, não deixou morrer a esperança, passou momentos difíceis, mas confiou em Deus e não se decepcionou.

A história da Sunamita ocorreu aproximadamente entre 874 – 782 antes de Cristo, época em que apareceu no reino do norte de Israel o profeta Eliseu, que foi discípulo de Elias.

O nome pelo qual ficou conhecida vinha da cidade de Suném, que traduzido significa [declive], pois Suném estava localizada em uma elevação de terras a cinco quilômetros ao norte do vale de Jezreel.

Rodeada por cactos e pomares, logo a sua frente estava o monte Carmelo, onde Elias lutou com os quatrocentos profetas de baal. Bem próximo ao sul, podia se ver o caminho inclinado que levava ao monte Gilboa.

De Suném se contemplava toda a planície de Jezreel, uma rica área agrícola. Muitos fazendeiros moravam no vale de Jezreel.

O solo fértil favorecia o crescimento dos grãos, proporcionando grandes colheitas, o que acentuava o contraste entre a fertilidade do local, com a infertilidade que sofria a Sunamita.

Este vale havia sido palco da batalha entre os filisteus e os exércitos do rei Saul.

O ministério de Eliseu

E o profeta Eliseu exercendo seu ministério, saía frequentemente de sua casa em Samaria e percorria cerca de 56 quilômetros para chegar ao monte Carmelo, local de seu retiro espiritual, onde se dedicava a oração, buscando a orientação de Deus.

Era uma viagem longa e cansativa, consumia muito as energias de Eliseu e seu moço, Geazi. Eliseu e Geazi, entretanto, para chegarem ao Carmelo (525 metros de altura), sempre passavam por Suném.

E a Sunamita certamente observava ainda de longe, o profeta e seu discípulo, que estavam constantemente em peregrinação por aquelas terras, para buscar a Deus.

As mais ouvidas

1Banda
Musica
2Banda
Musica
3Banda
Musica
4Banda
Musica
5Banda
Musica
6Damares
Um novo vencedor
7Aline Barros
Sonda me, usa me
8Aurelina Dourado
A vitória Chegou
9Isadora Pompeo
Hey Pai
10Heloisa Rosa
Yeshua
11Livres para Adorar
Lindo És + Só quero você
12Ton Carfi
Minha vez
13Midian Lima
Prioridade
14Preto no Branco
Sonhos de Deus
15Luma Elpídio
Que amor é esse
16Leandro Borges
Deus e eu
17Ministério Zoe
Aquieta minh'alma

História de Zaqueu o Publicano | Quem Era Zaqueu? | Estudo Pregação

A história de Zaqueu o Publicano, e da sua conversão, se passa em Jericó, uma cidade que ficava na província da Judeia, no vale do rio Jordão. Jericó possuía uma vasta área verde com plantações de cereais.

Havia ainda muitas videiras, figueiras, tamareiras e palmeiras. Uma cidade onde várias muralhas foram derrubadas.

Podemos aprender lições muito valiosas, se nos atentarmos aos fatos descritos no texto do livro de Lucas 19:1-10.

Os Publicanos

Durante a dominação de Roma sobre a Judeia, a sociedade era dividida em várias classes, dentre estas, os publicanos eram, de uma forma geral, os responsáveis pela cobrança e arrecadação de taxas, tributos e impostos.

“E, tendo Jesus entrado em Jericó, ia passando. E eis que havia ali um homem chamado Zaqueu; e era este um chefe dos publicanos, e era rico.”
Lucas 19:1-2

Os publicanos sofriam um repúdio muito forte dos fariseus. Muitos publicanos cobravam mais impostos do que deveriam, praticando extorsão. Enriqueciam ilicitamente. Eram considerados traidores, gatunos e ladrões.

Os publicanos eram impedidos de participar do templo e expulsos das sinagogas. Apontados por onde passavam, isolados dos seus compatriotas, eram contados como vis pecadores.

Quem era Zaqueu o publicano?

Zaqueu como todo bom judeu, foi ensinado no caminho da lei de Moisés e dos profetas. Zaqueu foi apresentado no templo, foi circuncidado e participou das festas e ordenanças que o judaísmo previa.

A verdadeira religião era o maior preceito na vida de um judeu. Muitos profetas no passado, expressaram o júbilo e a alegria de servir a Deus corretamente.

Apesar da murmuração dos fariseus, Jesus mais uma vez estende a sua mão de amor e misericórdia e opera, um dos maiores milagres de seu ministério. Claro, não houve cura nesse dia, mas houve algo maior que a cura física.



Tenha também o seu site. É grátis!